Conheça os pós e os contras dos métodos contraceptivos

03/JUN

Entre todos os métodos contraceptivos que conhecemos destaca-se a grande importância da camisinha, afinal este é o único contraceptivo que age contra a transmissão e contaminação de doenças e ainda previne a mulher contra uma possível gravidez indesejada. Porém este não é o único existente vejamos um pouco mais sobre os métodos contraceptivos.


Existe uma grande lista destes métodos a disposição cada casal deve escolher aquele que atende melhor suas necessidades, sabe-se que garantias exatas nenhuma deles pode oferecer, mas quando utilizados de forma correta é possível garantir uma grande proteção oferecendo aproximadamente 100% de certeza protetora.


Entre os métodos podemos destacar:
- Pílula anticoncepcional: Este é um dos métodos mais conhecidos pelas mulheres, pois ele age com a função de inibir a fecundação desta forma evita-se uma gravidez indesejada. Porém este método não inibe a transmissão das DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis).


- Camisinha: Também muito conhecido tornando-se um dos métodos mais utilizados pelos casais e namorados, isso por que evita a entrada do espermatozóide evitando a gravidez e todos os tipos de DSTs sendo assim a camisinha é sempre a mais indicada.


- Dispositivo IntraUterino (DIU): Trata-se de um objeto de plástico existem dois tipos um deles é feito com hormônios e o outro é revestido com cobre. Ele e colocado no interior do útero e evita apenas a gravidez, ele oferece benefício, pois podem durar dez anos, pode ou não oferecer efeitos colaterais como cólicas e aumento do sangramento menstrual.


- Injeção anticoncepcional: Age com a única função de impedir a sobrevivência do espermatozóide, existem dois modelos o primeiro deles é aplicado de mês em mês e a outra pode ser aplicada a cada três meses. Quando usadas corretamente evitam apenas a gravidez indesejada não tendo efeito contra as DSTs.


- Anel vaginal: O anel possui uma pequena quantidade de hormônios femininos que são liberados para a corrente sanguínea, o anel dura cerca de três semanas no corpo da mulher.


- Diafragma: Trata-se de uma capa flexível de borracha ou de silicone sua borda é em forma de anel este equipamento é colocado no órgão sexual feminino e age cobrindo o útero age inibindo a entrada dos espermatozóides no útero.


- Espermicida: Trata-se de uma substancia química que recobre a área vaginal impedindo a penetração dos espermatozóides agindo contra a gravidez indesejada.


 

Fonte: http://www.linkdicas.com.br/

Deixar comentário