O que é HPV ?

23/JUN

O Human Papiloma Virus, ou HPV, é um vírus que vive na pele e nas mucosas dos seres humanos, tais como vulva, vagina, colo de útero e pênis. É uma infecção transmitida sexualmente (DST). A ausência de camisinha no ato sexual é a principal causa da transmissão.  Também é possível a transmissão do HPV de mãe para filho no momento do parto, devido ao trato genital materno estar infectado. Entretanto, somente um pequeno número de crianças desenvolve a papilomatose respiratória juvenil.  


O HPV pode ser controlado, mas ainda não há cura contra o vírus. Quando não é tratado, torna-se a principal causa do desenvolvimento do câncer de colo do útero e do câncer de garganta, 99% das mulheres que possuem Câncer de colo do útero foram infectadas por esse vírus.


Sintomas


O HPV pode ser sintomático clínico e subclínico. Quando sintomático clínico, o principal sinal da doença é o aparecimento de verrugas genitais na vagina, pênis e ânus.  É possível também o aparecimento de prurido, queimação, dor e sangramento. Espalham-se rapidamente, podendo se estender ao clitóris, ao monte de Vênus e aos canais perineal, perianal e anal.


Essas lesões também podem aparecer na boca e na garganta do homem e da mulher.  Nos homens, a maioria das lesões se encontra no prepúcio, na glande e no escroto. As verrugas apresentam um aspecto de uma couve-flor.  Já os sintomas do HPV subclínico (não visível a olho nu) podem aparecer como lesões no colo do útero, na região perianal, pubiana e ânus.


Diagnósticos


O HPV pode ser diagnosticado através do exame ginecológico e de exames laboratoriais, como Papanicolau, colposcopia, peniscopia e anuscopia.  Deve-se realizar diagnóstico diferencial com outras lesões papilomatosas, incluindo variações anatômicas (glândulas sebáceas, pápulas perláceas do pênis), outras doenças infecciosas e neoplasias.


Diagnóstico Diferencial de Condiloma Acuminado Doenças Sexualmente Transmissíveis


- Condiloma plano (síflis) – lesão de base larga com superfície lisa.


- Herpes simples vírus (HSV) – erupção vesiculosa com base eritematosa e ulcerações.


- Molusco contagioso – pápulas amareladas com umbilicação central.


Lesões Benignas Comuns na Pele


-Querastoses seborréticas – lesões hipertróficas de superfície rugosa.


-Nevos-lesões tipicamente elevadas, porém tipos pedunculados podem ocorrer.


-Pápulas perláceas do pênis – pápulas circunscritas, com 1 a 2mm de diâmetro, usualmente sobre a porção proximal de glande.


Neoplasias (se houver suspeita, a biópsia se faz necessária)  


- Papulose boewnóide – carcinoma in situ, pápulas rugosas únicas ou múltiplas, de 2 a 4mm de diâmetro, variando de cor da pele a vermelhos-acastanhado, recalcitrante às terapias habituais para verrugas.


- Melanona maligno – tipicamente único, pode ser plano ou elevado com variação na cor e formato.


- Condiloma gigante ou tumor de Buschke-Lowenstein – lesão maligna de baixo grau, localmente invasiva que pode surgir como condiloma pedunculado. 


Prevenção


Para evitar o aparecimento do HPV recomendam-se os seguintes cuidados:


- Uso de camisinha masculina, para todos os tipos de relações sexuais;


- Uso de camisinha feminina;


- Vacina quadrivalente (previne contra o HPV 6,11,16 e 18) ou bivalente (contra o HPV 16 e 18);


- Rotina do exame preventivo (Papanicolau);


- Evitar fumar, beber em excesso e usar drogas, pois essas atividades debilitam o sistema de defesa do organismo, tornando a pessoa mais susceptível ao HPV.

Fonte: gineco.com.br

Deixar comentário